A CGTP-IN Denuncia Falta de Ética do Semanário “Sol”

solA CGTP-IN considera, no mínimo, a “notícia” em causa como de teor abusivo, tendencioso e eticamente reprovável, que integra matéria criminal, pelo que entende que não deixará de agir, também neste plano, na defesa do seu bom-nome e da reposição da verdade, enquanto entidade idónea e reconhecidamente empenhada na defesa dos direitos e interesses dos trabalhadores, e ainda, porque a CGTP-IN se orgulha de pautar o seu comportamento de forma saudável e séria com os órgãos de comunicação social

 


Comunicado de Imprensa n.º 041/08

 

 

A CGTP-IN DENUNCIA FALTA DE ÉTICA DO SEMANÁRIO “SOL”

 

 

No passado sábado, dia 9 de Agosto, o Semanário “SOL” editou, em primeira página, com destaque significativo, sob o título “CGTP enganou operárias” e ilustrada com uma fotografia do Secretário-Geral da CGTP-IN, uma peça relativa ao processo da Empresa Meneses & Pacheco, de Vila Verde.

 

Sobre o assunto, importa esclarecer o seguinte:

 

1. O senhor Manuel A. Magalhães, autor da referida peça, afirma no final do texto que não conseguiu qualquer contacto com a Direcção da CGTP-IN. A CGTP-IN declara que, quer os seus serviços de informação quer os dirigentes em exercício, não receberam qualquer tentativa de contacto por parte do autor do texto ou por parte do jornal;

 

2. A CGTP-IN considera, no mínimo, a “notícia” em causa como de teor abusivo, tendencioso e eticamente reprovável, que integra matéria criminal, pelo que entende que não deixará de agir, também neste plano, na defesa do seu bom-nome e da reposição da verdade, enquanto entidade idónea e reconhecidamente empenhada na defesa dos direitos e interesses dos trabalhadores, e ainda, porque a CGTP-IN se orgulha de pautar o seu comportamento de forma saudável e séria com os órgãos de comunicação social;

 

3. A CGTP-IN não quer fazer qualquer leitura da presença e da acção do senhor Manuel Monteiro neste processo, mas não admite ser usada por quaisquer processos de natureza política, de forma abusiva e pouco séria, por parte de alguém politicamente desacreditado e para quem nunca foi opção a defesa dos direitos dos trabalhadores;

 

4. À CGTP-IN apraz-lhe que a sua estrutura sindical (Sindicato Têxtil do Minho e Trás-os-Montes e União dos Sindicatos de Braga) associados ao conjunto de operárias filiadas no referido sindicato, estejam unidos na condução deste processo que não visa mais que a defesa dos interesses dos trabalhadores e das trabalhadoras e a salvaguarda do seu direito ao trabalho, como o demonstra o comunicado que junto se anexa, na desmontagem de mais uma cabala;

 

5 A CGTP-IN saúda a luta abnegada das trabalhadoras e dos trabalhadores da empresa Meneses & Pacheco em defesa do seu emprego e dos seus salários e tem esperança no seu sucesso e que a verdade jornalística venha a ser reposta pelo semanário “SOL”.

 

 

 

DIF/CGTP-IN

Lisboa,2008-08-11

 

 

Interjovem

Saudação da Interjovem

A Interjovem/CGTP-IN saúda os jovens trabalhadores que têm contribuído para a intensificação da luta nas empresas, serviços e locais de trabalho. D...

Inter-reformados

CIMH