O aumento do salário mínimo para os 557 euros não é suficiente para a CGTP-IN. Arménio Carlos comunicou, no final da reunião, que "valeu a pena a CGTP-IN ter mantido uma posição firme e determinada...

Mais artigos...